La Silla Vacia (A Cadeira Vazia)

O autor Mike Boxhall escreve este livro após seus mais de 80 anos de vida e 40 de terapia craniossacral, sendo que  nos últimos 15 tem sido “enseñante”. Dá enfase ao lugar de onde surge o que faz (dentro de si), seja terapia ou não.

Introdução: “O símbolo da cadeira vazia preconiza que o ensinamento é perene. A cada tempo e lugar, alguém assume a cadeira e expressa a verdade tão clara e honestamente quanto pode. O ensinamento de que falamos é essa expansão da consciência do Ser que chamo espiritualidade. Boa parte do que leio sobre espiritualidade parece fomentar a negação de quem somos e deseja substitui-lo por algum modelo…parece propor que a espiritualidade só pode surgir em outra linguagem e cultura.” É possível buscar-se a consciência ou a quietude de maneira semelhante a que se busca comprar sapatos, ainda em resposta ao materialismo. Ou seja, o sujeito que busca não mudou.

Capitulo 5: Tenho visto tanta gente se esforçar fazendo suas meditações e outras práticas, frequentemente, durante muitos anos e com muito cuidado, acreditando que deste esforço surgirá uma pessoa modificada. Por desgraça, o que surge da busca e luta é busca e luta. Se buscamos a iluminação nos equivocamos. Se o fazemos por meio de praticas e austeridades, também. Ela é nada mais nada que menos que a nossa natureza básica e absoluta quando deixamos cair a armadura que chamamos de EU.

Nos perdemos de nós mesmos distraídos com as demandas do intelecto que cobra perfeição dos atos e sentimentos os quais pensamos definir quem somos. Todos queremos ser especiais, melhor ou pior que os outros. Somos ordinários e estamos aquém das comparações e da forma. Isto lembra Michelangelo que se referiu  ao Ser quando descreveu o que era para ele a escultura. Ele era capaz de ler o mármore bruto, enxergar o Davi nele contido, antes de esculpi-lo. “Podemos, como neste exemplo sublime, dizer que o Ser pode estar igualmente presente em assuntos tão mundanos como realizar as compras semanais…”

 

Nenhum Comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Você pode utilizar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*