PERGUNTAS FREQUENTES

  • Uncategorized
Abrir todas as perguntas | Fechar todas as perguntas
  • 1. O que é terapia craniossacral biodinâmica®?
     

    É uma modalidade terapêutica que busca resgatar o estado de saúde, reequilibrando os sistemas do organismo e o metabolismo. Atua principalmente no sistema craniossacral para restabelecer o livre fluxo do liquido que banha o sistema nervoso para que todos os sistemas voltem a funcionar em harmonia. Isto passa a ser possível no estado de quietude que é proporcionado na sessão.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 108 Vezes
  • 2. Oferece algum diferencial quando comparada a outras?
     

    O maior diferencial é não interferir e sim colaborar com a saúde original, respeitando a sabedoria do próprio organismo da pessoa, a sua natureza.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 107 Vezes
  • 3. Por que se chama craniossacral?
     

    Porque um dos focos do trabalho está no sistema craniossacral que se localiza entre o crânio e o sacro (na base da coluna). Esse sistema é banhado pelo liquido cefalorraquidiano (líquor), considerado pelos osteopatas como energia liquida. É o liquido mais puro (menor teor de proteínas e células) entre os líquidos corporais e se sua circulação estiver comprometida em alguma parte do corpo, essa região não estará saudável. Faz parte do tratamento permitir seu fluxo livre, sem bloqueios, para manter a saúde plena.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 123 Vezes
  • 4. Por que biodinâmica?
     

    Biodinâmica porque respeita a força criadora original, ou seja, a saúde original da pessoa.  As forças embriológicas para o crescimento e desenvolvimento continuam presentes ao longo da vida, porém na forma de processos metabólicos de cura e sustentação. Neste conceito, considera-se que cada organismo vem com um registro do que é melhor para si, como uma sabedoria própria que pode ser revitalizada e volta a agir, restaurando a saúde quando se alcança relaxamento físico e mental. Este estado de relaxamento é chamado de quietude dinâmica e é proporcionado pela terapia craniossacral.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 90 Vezes
  • 5. Como é uma sessão?
     

    Normalmente acontece com o cliente deitado de costas, acomodado com apoio para as pernas e cabeça, se necessário. O terapeuta toca levemente com suas mãos em algumas ou em apenas uma região do corpo e aguarda até que o sistema da pessoa comece a entrar em repouso. A partir deste momento, o sistema de auto-cura se ativa, a potência interna inata entra em ação e o tratamento acontece. A pessoa pode ou não perceber o que ocorre, mas certamente no final da sessão se percebe muito relaxada e em harmonia. Sente-se inteira e mais leve. Em alguns casos, como quando há reencaixe de estrutura óssea e relaxamento muscular, é bastante perceptível.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 126 Vezes
  • 6. Existe aceitação da classe médica?
     

    Os médicos que conhecem a técnica, principalmente os que se submeteram ao tratamento, não hesitam em indica-la para seus pacientes. Dr James Jealous (jamesjealous.com), médico osteopata mais respeitado da atualidade e que seguiu a linha de pesquisa do Dr Sutherland, diz sobre a terapia craniossacral: “Nossa filosofia é de que enquanto a medicina convencional é muito efetiva em várias situações, não tem todas as respostas. É do que se trata este tratamento: das respostas que a medicina convencional não tem” (Entrevista traduzida na íntegra no site integracranio.)

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 124 Vezes
  • 7. É nova? Nunca ouvi falar!
     

    Sim, relativamente nova, principalmente no Brasil. É muito conhecida nos EUA e Europa.  Tem sua origem na Osteopatia, área da Medicina criada em 1923 por Dr Still, médico que se desencantou com a medicina de seu tempo ao perder seus 3 filhos de meningite. A terapia craniossacral teve seu início por volta de 1929 com as descobertas do osteopata inglês Dr Sutherland (osteodoc.com), criador da Osteopatia craniana. A craniossacral vem se desenvolvendo desde então e conquistando a confiança de médicos do mundo todo. Em outros países (Inglaterra, Austrália, Alemanha, Estados Unidos) há terapeutas dentro dos hospitais favorecendo a recuperação de pacientes internados, de qualquer idade (inclusive recém-nascidos com problemas desenvolvidos durante o parto), ou mesmo para facilitar a ocorrência de parto normal. De que forma? Deixando que as leis da Natureza possam se apresentar, espontâneas, antes da intervenção humana.

    No Brasil já existem terapeutas em vários estados. Vale consultar o site integracranio.com.br em busca de um terapeuta credenciado e marcar uma entrevista.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 70 Vezes
  • 8. É uma terapia regulamentada no país?
     

    Sim. No ano de 2009, o IQD — Instituto de Quietude Dinâmica, por sua ética, profissionalismo e esforços em contribuir com o bem-estar da sociedade, teve sua marca e logomarca registradas e certificadas pelo governo, por meio da autarquia federal INPI – Instituto Nacional de Propriedade Intelectual, passando a contar com proteção legal e, em contrapartida, com o dever de zelar pela excelência de seus serviços à comunidade.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 106 Vezes
  • 9. Existem livros a respeito se eu quiser pesquisar mais?
     

    Sim, porém não muitos. Alguns estão citados neste site na página de livros e artigos sugeridos. Outros mais extensos podem ser encontrados no site oficial da terapia craniossacral: www.integracranio.com.br, onde há palestras e entrevistas do Dr Jealous traduzidas. Há pouco material traduzido para o português.  Mas pode ser encontrado no inglês pesquisando-se na área da osteopatia em nome do próprio criador da técnica, Dr Sutherland, do Dr Still, Dr Becker, Dr James Jealous. E há inúmeros artigos científicos na área publicados em jornais como: European Journal of Integrative Medicine, Journal of Osteopathic Medicine ou sites como www.craniosacral.co.uk, www.craniosacraltherapy.org, www.cranio.com.au

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 54 Vezes
  • 10. Qual a origem da terapia?
     

    Foi criada por um médico osteopata inglês chamado Dr Sutherland por volta de 1970. Aluno do criador da Osteopatia, Dr Still, Sutherland fez descobertas tratando seus pacientes e em si mesmo. Ofereceu-se como cobaia de seus próprios experimentos em prol da medicina e saúde.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 60 Vezes
  • 11. É indicada para quê? Quais as doenças ou distúrbios que mais se beneficiam?
     

    A craniossacral é indicada para qualquer problema ou desconforto que se mostre resistente a outros tratamentos e para manutenção da saúde e bem-estar.  É uma terapia que complementa outros tratamentos e que colabora com a manutenção da saúde. Não substitui boa alimentação, atividade física, lazer, socialização, realização, etc., mas dá a disposição para que todas essas práticas sejam prazerosas.

    Todas as pessoas se beneficiam, qualquer que seja a doença ou problema que a levou a procurar a craniossacral.

    No caso de doenças ou distúrbios crônicos, dá chance do corpo se recuperar ou de conviver em paz com o problema, muitas vezes reduzindo ou eliminando o quadro de dor e devolvendo bem-estar.

    Pacientes na 3ª idade se beneficiam incrivelmente. Percebem maior disposição física e mesmo mental. Além disso, a redução ou desaparecimento de dores antigas é bastante comum.

    Pessoas em tratamento por quimioterapia, por exemplo, passam a ter maior resistência e bem-estar já após as primeiras sessões.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 130 Vezes
  • 12. Quais os benefícios?
     

    São muitos. Genericamente, seus efeitos representam aquisições que serão levadas para toda a vida. A dimensão dos benefícios depende da razão pela qual se procura esta modalidade terapêutica. Serve para manter-se com boa saúde e disposição, prevenindo doenças. A saúde que esta terapia proporciona deveria ser escrita com letra maiúscula porque não se trata de manter a saúde para evitar e tratar de doenças, mas sim da saúde que devolve cada um de nós a seu lugar único no universo, devolvendo-nos assim a capacidade que temos de nos aproximarmos instintivamente do que nos faz bem, e nos afastarmos do que não nos beneficia. Para citar alguns mais comuns:

    - Repor energias em casos de cansaço ou exaustão físicos ou mentais.

    - Facilitar recuperação de doenças em geral, colaborando com os tratamentos médicos.

    - Relaxamento de contraturas musculares e correção algumas alterações posturais relacionadas a tensões.

    - Eliminar causas de dores de cabeça e enxaquecas recorrentes ou crônicas.

    - Doenças crônicas envolvendo sistema musculoesquelético (p.e., fibromialgia)

    - Para lombalgias.

    - Tensão emocional, hiperatividade, ansiedade, estados depressivos, estresse.

    - Equilíbrio entre os sistemas simpático e parassimpático.

    - Tendência à retenção de líquidos.

    - Minimizar os efeitos de tratamentos agressivos como quimioterapia e devolver disposição.

    - Auxilia na recuperação de cirurgias variadas.

    - Distúrbios causados pela menopausa.

    - Integração com a natureza.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 112 Vezes
  • 13. É mais para problemas físicos ou emocionais?
     

    Na abordagem holística, consideramos que se há problema físico há também emocional. Somos procurados principalmente para problemas físicos que geram dor e limitações. E entre os problemas emocionais o mais frequente é o de estados depressivos.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 129 Vezes
  • 14. Substitui tratamentos médicos ou psicológicos?
     

    Não, mas coopera com a melhor evolução e acelerando a resolução dos quadros, pois dá condição para que o organismo volte ao equilíbrio, a homeostase, que é automática desde que o organismo não exceda demais seus limites e repouse o suficiente. Há situações em que as opções de tratamentos se esgotam e o problema persiste e a craniossacral é mais uma opção ou a última alternativa.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 86 Vezes
  • 15. Pessoas de qualquer idade podem ser atendidas? Até bebês, por exemplo? E grávidas? Há algum efeito colateral?
     

    Sim, pessoas de qualquer idade são beneficiadas, inclusive grávidas. Não existe contraindicação e não há nenhum efeito colateral.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 90 Vezes
  • 16. Precisa acreditar para que funcione?
     

    Não precisa. Tem efeito na manutenção da saúde, independentemente da crença nela. Os efeitos de bem-estar e recuperação irão convencer.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 121 Vezes
  • 17. Como encontro um terapeuta próximo do meu trabalho ou residência?
     

    Pesquisando na Internet e acessando o site oficial da terapia craniossacral: www.integracranio.com.br

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 62 Vezes
  • 18. É possível fazer uma sessão se a pessoa não pode se deitar?
     

    Sim. Embora a posição mais aconselhada seja de costas, pode-se deitar em qualquer posição ou fazer a sessão sentada ou mesmo em pé se não houver outra alternativa. No caso de bebês pode ser no colo da mãe ou cuidador ou do terapeuta.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 71 Vezes
  • 19. Quanto tempo dura uma sessão?
     

    1 hora no máximo mas pode ser também bem mais breve, por exemplo, 30 minutos.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 102 Vezes
  • 20. É possível prever a duração do tratamento?
     

    Sim, aproximadamente. Em geral aconselha-se de 5 a 10 sessões. Em casos especiais são necessários alguns meses. Alguns pacientes podem se manter em tratamento por mais tempo em busca de prevenção, manutenção de saúde e bem-estar.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 80 Vezes
  • 21. Qual a frequência (semanal, quinzenal)?
     

    Normalmente, semanal.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 115 Vezes
  • 22. Posso fazer uma sessão experimental, só para conhecer ou ver se gosto?
     

    Sim. Alguns terapeutas oferecem sessão experimental gratuita. E na sede do Instituto (Rua Batatais, 262 - São Paulo) há atendimento ambulatorial a preços reduzidos.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 85 Vezes
  • 23. É uma modalidade de terapia como o reiki?
     

    Não, porque não se canaliza energia. Basicamente, o terapeuta trabalha em estado de quietude e o paciente acaba entrando nesta sintonia e num estado de relaxamento em que seu sistema de auto-cura é reativado.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 113 Vezes
  • 24. Como se vai vestido para receber uma sessão?
     

    Idealmente com roupas confortáveis.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 100 Vezes
  • 25. Existe horário do dia mais favorável?
     

    Momentos do dia em que estamos menos ativos e que não temos que fazer em seguida atividade que excite ou ative favorecem a entrega à sessão e depois dela o respeito ao estado de relaxamento. Também o ideal é que outras terapias não sejam marcadas no mesmo dia, podendo comprometer os efeitos desta.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 101 Vezes
  • 26. Pode ser associada a outras terapias ou tratamentos?
     

    Pode e normalmente está, mas não precisa. É aconselhável que terapias diferentes não ocorram no mesmo dia.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 75 Vezes
  • 27. E se eu quiser receber uma sessão, mas não tiver recursos?
     

    Na sede do Instituto de Quietude Dinâmica (Rua Batatais, 262 em São Paulo) há serviço ambulatorial a preços reduzidos e adaptados às possibilidades do solicitante.

    Esta resposta te ajudou? Sim / Não
    Visto 102 Vezes

Entre em contato

Telefone: (11) 99978-6245